Seja o primeiro a receber nossas atualizações

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Eu te garanto 100% de privacidade. Seus dados não serão compartilhados

O que são opções de ações?

9 de outubro de 2017

Opções. Muita gente que chega ao mercado financeiro torce o nariz ao ouvir falar delas. Elas têm fama de ser mera especulação, excessivamente complicadas. E de serem como apostas em um cassino.

Nada poderia estar mais errado.

Ao contrário, as opções podem ajudar o investidor a proteger seu patrimônio e a turbinar seus ganhos. Duvida? Vamos, então DESCOMPLICAR as opções.

Opções são derivativos que funcionam como um seguro de carro ou como um sinal em um contrato qualquer.

Opções são tão simples como o seguro de um carro

Opções são tão simples como o seguro de um carro

Opção de compra

Suponha eu tenha uma fazenda que vale R$ 400.000. Você avaliou o imóvel, achou um excelente negócio e decidiu comprá-lo, pois acredita que ele pode subir ainda mais. Só que você precisa, antes de efetivar a compra, vender outro imóvel.

Mas o negócio é muito bom e você não quer perder a chance de modo algum.

Então eu lhe proponho o seguinte: para que eu segure a fazenda e não a venda nesse meio tempo para outro interessado, você me paga R$ 4.000 — vamos chamar esse valor de prêmio. Sem direito a devolução se você desistir dela.

Em troca, eu lhe garanto por um ano o direito de comprá-la por R$ 400.000. Ninguém mais poderá comprá-la e o preço não mudará.

Pronto. Você acaba de de comprar uma opção de compra da minha fazenda!

E o que pode acontecer agora? Se a fazenda se valorizar para R$ 800.000 por exemplo, eu (lançador da opção) terei a obrigação de vendê-la por R$ 400.000.

Mas, caso ela esteja valendo R$ 200.000, você (dono da opção) certamente não usará seu direito de comprá-la por R$ 400.000. Em vez de perder R$ 200.000 na desvalorização da fazenda, perdeu apenas R$ 4.000.

A opção de compra, portanto, nada mais é que o direito de comprar um ativo por um determinado preço em uma determinada data.

AULA GRATUITAQuer ver na prática uma forma super simples de ganhar com opções? Clique aqui e assista!

 

Opção de venda

Agora, vamos a outro exemplo.

Digamos que você tem um carro que vale R$ 40.000. Como qualquer brasileiro, você se preocupa com um roubo ou um acidente. Em qualquer uma das situações, esse seu patrimônio corre grande risco.

Então, o que você faz? Um seguro para seu carro. E o seguro nada mais é que uma opção de venda. Veja por quê:

Ao comprar uma apólice, você paga um prêmio para a seguradora — R$ 2.000, digamos.

Caso seu carro seja roubado ou passe por um acidente com perda total, a seguradora lhe paga os R$ 40.000 que ele vale.

Em outras palavras, você tem o direito de vender seu carro para a seguradora por R$ 40.000, não importa qual seja o valor de mercado dele no momento — no caso, R$ 0.

E se nada ocorrer nesse ano inteiro de cobertura, sua opção de venda terá expirado, você não usará seu direito de venda e o prêmio que você pagou fica com a seguradora.

É uma ferramenta financeira para garantir seu patrimônio.

Opção de venda, portanto, é o direito de vender um patrimônio por um determinado preço, em uma determinada data, no caso das opções de venda.

Casa com piscina

Opções de compra funcionam como o sinal em um contrato de compra e venda de imóveis

Mas e na Bolsa?

Na bolsa funciona do mesmo jeito, mas em vez de fazendas e carros, as opções são em relação a ações.

Imagine que um investidor compra 1.000 ações da Petrobras, por exemplo, a R$ 15 cada. Com um patrimônio de R$ 15 mil em jogo — afinal, as ações podem cair — ele compra opções de venda das ações.

Se as ações caírem para R$ 10 em um determinado período, ele terá o direito de vendê-las pelos mesmos R$ 15 que pagou, garantindo seu patrimônio. Em vez de perder R$ 5 mil na desvalorização dos papéis, ele perdeu apenas o prêmio. Exatamente como no seguro.

E se fosse o contrário? Se o investidor acreditasse que as ações poderiam subir ainda mais, ele poderia adquirir uma opção de compra de ações a R$ 15 no futuro.

Assim, se no futuro as ações estiverem cotadas a R$ 20, ele poderá comprá-las por R$ 15 e revendê-las imediatamente no mercado, com R$ 5 de lucro.

Na prática

As opções são, portanto, ferramentas maleáveis, dinâmicas e muito úteis para traders e investidores.

Com elas podemos alavancar nosso patrimônio (como no exemplo da compra da fazenda), podemos proteger nosso patrimônio (como no exemplo da compra do seguro) e podemos, ainda, aumentar a rentabilidade existente de um patrimônio num período de tempo.

Falando agora de modo mais técnico.

Opção é um derivativo proveniente de um ativo, sejam ações, índices ou commodities. Isso significa que o valor de uma opção está vinculado diretamente ao ativo ao qual ela está relacionada.

No mercado financeiro as opções de compra são também chamadas de call, e as opções de venda, de put. Guarde esses nomes, pois eles são muito usados no mercado.

Direito

Você deve ter percebido que eu falei muito na palavra DIREITO. Fixe sua atenção nela.

Quando você compra uma opção, é exatamente isso que está adquirindo. O direito de comprar aquela ação até o exercício por aquele valor determinado. Mas não tem a obrigação de comprá-la.

Ou seja: você tem o direito de comprar ou vender a ação por aquele preço, mas se a ação no mercado estiver a um preço ruim, não vale a pena exercê-lo.

Já o lançador de uma opção tem a obrigação de cumprir o acordo. Quem lançou uma opção de compra é obrigado a vender sua ação pelo preço acordado se o direito de compra for exercido.

Quem lançar uma opção de venda tem que comprar a ação pelo preço acordado se for exercido o direito pela contraparte. Nesse caso é dever, não direito.

Opções são instrumentos extremamente úteis, e os mais maleáveis disponíveis nos mercados de capitais. Servem para proteção, alavancagem, especulação e arbitragem. Muito diferente de apostas em um cassino.

AULA GRATUITA

Quer ver na prática uma forma super simples de ganhar com opções?

Assista essa aula gratuita onde ensino uma maneira super simples de fazer fortuna investindo com opções. E o melhor: não é necessário saber ler gráficos nem nada, só ter consistência e perseverança

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE!